INFORMAÇÕES TURÍSTICAS E CULTURAIS

IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

Monumento que guarda aspectos arquitetônicos das construções jesuíticas do Espírito Santo no século XVI, mas que foi erguido no século XIX. Guarda em seu interior a imagem portuguesa, de origem barroca, de Nossa Senhora da Conceição, a padroeira da cidade. Foi tomabada pela Secretaria de Estado da Cultura recentemente, juntamente com os casarios em seu entorno e a praça em frente. Está localizada na Praça Prefeito José Luiz da Costa, no centro de Conceição da Barra.

FAROL DA BARRA

Localizado na Praia do Farol, a 50 metros do centro. Adquirido na França foi construído em 1914 sofreu modificações em 1928. Emitia de 30 em 30 segundos dois lampejos para orientação de navegação quando de seu funcionamento. Era administrado pelo Ministério da Marinha e hoje é um monumento histórico da cidade, em seu entorno há local para estacionamento e rampas para a prática de skate.

DUNAS DE ITAÚNAS

Localizada no Distrito de Itaúnas, a 29 km ao norte de Conceição da Barra, situa-se a Vila de Itaúnas e suas belíssimas Dunas de areias brancas e finas. As Dunas compõem um cenário com lindas paisagens. Com a fragilização das vegetações nativas que continham no local, na década de 1950, ventos fortes soterraram a antiga vila que se localizava entre o mar e o Rio Itaúnas, dando origem as atuais Dunas de Itaúnas. As Dunas se situa dentro do Parque Estadual de Itaúnas e é tombado como Patrimônio pelo Conselho de Estado da Cultura.

CARNAVAL

Considerado como o melhor carnaval de rua do Espírito Santo, é o ponto alto do verão, onde milhares de pessoas se locomovem dos seus estados, numa verdadeira invasão, para se deliciarem com os trios elétricos, blocos de rua, batucadas e bandinhas que dão um verdadeiro show.

As atrações carnavalescas são as mais variadas, onde destacamos as bandas que cantam diversos ritmos, sendo o principal o axé music que contagiam os turistas que seguem atrás dos trios elétricos.

LABORATÓRIO DO ALTAIR

Conhecido internacionalmente pelas famosas batidas feitas de cachaça e frutas regionais, onde a mais procurada é a de Maracujá. O laboratório do Altair é aberto semanalmente e seu ponto alto é na temporada de verão e carnaval onde centenas de jovens ao som de grupos de samba e pagode se divertem no famoso Beco do Laboratório, no centro da cidade de Conceição da Barra. 

CASA DA CULTURA "HERMÓGENES LIMA DA FONSECA" (TRAPICHE)

Localizado a beira do Rio São Mateus (Cricaré), construído pelo português João Bastos de Almeida Pinto, no ano de 1786, final do século XVIII. Passou por diversos donos e ramos de utilização, sendo sede da empresa e de hotéis. Em 2014 foi adquirido pela Prefeitura Municipal, com intuito de valorizar as manifestações culturais e artísticas de Conceição da Barra, fortalecendo assim sua história e cultura, passou a funcionar por um tempo como Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e hoje é a sede da Casa da Cultura "Hermógenes Lima da Fonseca".

TIMCUMBÍ (31/12 e 01/12)

Festa de origem afro, com rica coreografia e cânticos ao som da viola e pandeiros. Também conhecido como baile de Congo, brincadeira ou Baile de São Benedito, promovido pelos negros devotos de São Benedito há mais de 300 anos.

Auto Popular representado em louvor a São Benedito. A Luta entre Reis de Bamba e Reis Congo pela preferência de louvor a São Benedito. Há embaixadas relatando os acontecimentos do ano, no qual se observa sátiras e comentários chulos.

A música é primitiva e possui uma riquíssima coreografia, eles vem das Barreiras, pequeno povoado à margem do Rio São Mateus ou Cricaré, descendo o rio em canoas conduzindo uma pequena imagem de São Benedito.

Ao aportarem no cais da Cidade são recebidos pela imagem local, isto é, matriz, que os conduzem em procissão até a igreja. O grupo canta em frente à igreja e depois sai pelas ruas em evoluções e cantando uma melopeia ao ritmo dos pandeiros e se dirigem à casa do juiz de Direito, do Prefeito e do Delegado, com seus cantos pedindo licença para louvar São Benedito.

No enredo expressam nas embaixadas dos Secretários os comentários do ano. Há por fim, luta de espadas terçadas entre os dois Reis e Embaixadores, e terminam com quadros refletindo uma sensibilidade poética admirável.

A festa em Conceição da Barra/ES acontece na paragem de ano, do dia 31 de dezembro para 1 de janeiro. Recentemente o Grupo do Ticumbi de São Banedito se apresentou com a OSES – Orquestra Sinfônica do Espirito Santo, no SESC Glória em Vitória e na Praça Prefeito José Luiz da Costa, em Conceição da Barra, onde aconteceu a passagem de mestria do grupo, deixando após 70 anos o Mestre Tertolino Balbino (Terto), passando para Berto Florentino.

JONGO DE SÃO BARTOLOMEU (24 de Agosto)

Manifestação de origem Afro-Silvestre Nagô existente há mais de 200 anos. O jongo antigamente louvava a Santa Bárbara, agora louva São Bartolomeu. Não tem versos ensaiados, tudo é improvisado. Apresenta-se no dia de São Bartolomeu, em 24 de agosto. O grupo é formado por 15 componentes, sendo 12 mulheres e 3 homens. Usam tambores e reco-reco.

PASTORINHAS (24/12 e 06/01)

As Pastorinhas é um folguedo do clico natalino que alegra a cidade anunciando o nascimento de Cristo. 12 pastoras dançam e cantam ao som de músicas, entoadas de saxofones e violões. Com versos de Manoel Duarte da Cunha e música de Adolpho Serra.

ALARDO (19 de Janeiro)

A luta entre Mouros e Cristãos e apresentado por jovens em homenagem ao santo guerreiro São Sebastião, inspirado nos episódios das epopeias, das conquistas portuguesas do século XV, narradas no poema de Os Lusíadas.

REIS DE BOI (06/01 a 03/02)

Abre a Porta que a folia de Reis está adentrando sua casa. Anunciando o nascimento de Cristo, visitam casas de ilustres conhecidos da cidade que o recebem de porta fechada, enquanto cantam para abrir a porta.

Ao som de sanfonas, pandeiros e violões os personagens principais faz o cortejo da morte do Boi e também aparições de Lobisomens e da Loba. O reis-de-boi é um velho folguedo popular, ainda corrente em Conceição da Barra.

Compõe-se de várias figuras, entre as quais: o boi, personagem principal; pai Francisco, o vaqueiro; e sua mulher Catirina; João Mole, um boneco desengonçado; a cobra, seu Pai, ou vosso Pai e Agaú, um gigante fantasma. Essas são as figuras grotescas que participam da função. Mas, além dessas, há no reis-de-boi, um grupo de marujos, que toca pandeiros e canta, bem como um sanfonista que os acompanha. Todos sob a direção de um mestre.

PRAIAS

Praia do Farol

Localizada entre a foz do Rio São Mateus (Cricaré) e o Farol da Barra, possui areia de granulação fina e água com mudanças constantes de temperatura, devido à proximidade do rio. A pesca é a principal atração desta praia.

Praia da Barra

Praia emoldura todo o centro da cidade. Suas águas são mornas em qualquer época do ano, recentimente passou por um processo de reconstrução após mais de 20 anos de erosão causada pela maré alta. Conta com algumas barracas e é local procurado por surfistas e praticantes de esportes praianos, além de calçadão e ciclovia.

Praia da Guaxindiba

Localizada a três quilômetros do centro, conta com um floresta de raízes na desembocadura do Rio Itaúnas. esta praia também tem na pesca sua principal atividade turística, onde predominam o robalo e a pescadinha.

Praia da Itaúnas

Localizada a vinte e nove quilômetros ao norte de Conceição da Barra, conta com as famosas Dunas de Itúnas, para seu acesso, além de barracas que comercializam peixes e outros mariscos e também é possível ouvir o ritmo famoso da Vila, o Forró Pé de Serra. Praia de águas mornas, boa para prática do surfe.

Praia de Riacho Doce

Localizado nos limites entre o Estado do Espírito Santo e o Estado da Bahia, foi eleita pela revista Viagem e Turismo como a Segunda Praia Deserta Mais Bonita do Brasil. Com com um riacho que dividi os dois estados que deságua no Oceano Atlântico.