Cultura e Turismo

SECRETÁRIA

Adélia Augusta de Mattos Pereira Marchiori

Unidades de Atendimento:

Casa de Cultura Hermógenes Lima Fonseca

Rua Coronel Oliveira Filho, Nº 1 - Centro - Horário de atendimento:12:00 as 18:00

Administrativo - (Centro Cultural e Esportivo Dr.Aluízio Feu Smirdelle) - Salas 3 e 4

Rua Prefeito Ítalo Benso - Centro - Horário de Atendimento: 12:00 às 18:00

Telefone: (027) 98878-9771

Email: turismoconceicaodabarra@yahoo.com.br

Equipe:

Rosilene de Oliveira

Danielle Souza do Nascimento

Daniela de Almeida Pestana

Natan Santana dos Santos

Salomão da Silva Pinto

Jovita Vieira Cunha

Valdileia dos Santos Alves

Sérgio Baptista da Fonseca

Anízio Ribeiro

Antônio Conceição Santos

Alessandra Almeida dos Santos

Simone Alves da Conceição

Levi de Oliveira Santos


Projetos/Programas

CULTURA NAS ESCOLAS

O Programa CULTURA NAS ESCOLAS consiste numa parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Secretaria Municipal de Educação no município de Conceição da Barra, segue em fase de multiplicação com Folclore nas Escolas, Teatro e Poesia nas Escolas e Música nas Escolas.

Este programa é executado durante todo o ano e nasceu da necessidade de incentivar a cultura em nosso município, para que as tradições Barrenses sejam repassadas às futuras gerações, ofertando às crianças e adolescentes uma condição social de reconhecer e promover a escola como espaço de circulação e produção da diversidade cultural brasileira; Contribuir com a formação de público para as artes e ampliar o repertório cultural da comunidade escolar;. Desenvolver atividades que promovam a interlocução entre experiências culturais e artísticas e o projeto pedagógico; Proporcionar encontro entre vivências escolares e manifestações artísticas e culturais fora do contexto escolar; Promover o reconhecimento do processo educativo como construção cultural em constante formação e transformação.


FOLCLORE

As manifestações folclóricas remontam a história da ocupação local em que portugueses, africanos e índios integram-se numa cultura tipicamente barrense. Entre os folguedos destacam-se: Ticumbi, Alardo, Pastorinhas, Reis de Boi e Jongo.

Trata-se de Patrimônio Imaterial que Conceição da Barra preserva em respeito à sua ancestralidade para as gerações futuras.

Partindo destes princípios a Secretaria de Cultura e Turismo por meio do Programa Cultura nas Escolas tem o compromisso e objetivo de formar grupos de folclore nas escolas municipais despertando nas crianças o gosto pelo folclore regional, visando dar continuidade à tradição remanescente dos nossos ancestrais. Os mestres Antônio Conceição e Anízio Ribeiro dos Santos ministram aulas de Ticumbi, Reis de Boi e Jongo, formando grupos mirins nas escolas, com o objetivo de integrar seus participantes aos grupos adultos para que a tradição tenha continuidade.

LOCAIS DE ATUAÇÃO:

EMEF Prof. Deolinda Lage, Emef Astrogildo Carneiro Setúbal, EMEF João Bastos Bernardo Vieira, EMEF Benônio Falcão de Gouvêa, EMEF Linhares, EMEIEF Ângelo Luiz Sagrillo Smiderle, CMEI São José, CMEI Ciranda Cirandinha, CMEI N. S. de Santana.Folclore nas Escolas contempla alunos desde à Educação Infantil ao Ensino Fundamental.


TEATRO

O teatro sempre esteve presente no limiar da história do barrense. Desde épocas remotas o povo se reunia para assistir espetáculos que lhes alimentavam a fantasia, o bom humor, o senso crítico, alimentando a cultura de um povo que estava em busca de uma identidade. Em 1875 foi inaugurado o primeiro teatro de Conceição da Barra, o Terpischore (musa da dança). O antigo Trapiche, atual Casa da Cultura Hermógenes Lima Fonseca foi palco de grandes espetáculos.

Atualmente essa tradição vem sendo mantida em nosso município através do Programa Cultura nas Escolas. O Escritor, Poeta e Dramaturgo, Salomão da Silva Pinto ministra aulas de teatro nas escolas municipais, formando grupos teatrais que fazem intercâmbio entre as unidades escolares despertando nos alunos o amor pela arte de representar e pela cultura local.

LOCAIS DE ATUAÇÃO:

EMEF Astrogildo Carneiro Setúbal

EMEF Dr. Mário Vello Silvares

São atendidos alunos do 6º ao 9º ano.


MÚSICA

A Música está presente no contexto histórico de Conceição da Barra desde tempos remotos. A Banda Musical Oliveira Filho, Instituição sem fins lucrativos, fundada em 1882, pelo português, coronel Bernardino José de Oliveira, é a mais antiga do Estado do Espírito Santo e vem transpondo os portais do tempo, mantendo sua tradição, sempre renovando seu corpo de músicos e se destacando no cenário da música Capixaba.O programa Cultura nas Escolas tem a modalidade Música, a qual é ministrada pela professora Jovita Vieira da Cunha, Maestrina da Banda Musical Oliveira Filho. O objetivo deste é criar Grupos Musicais nas Escolas Municipais, formando músicos para se integrarem à tradicional Banda Musical Oliveira Filho, a fim de que a cultura de Conceição da Barra tenha continuidade.

LOCAIS DE ATUAÇÃO:

EMEF Dr. Mário Vello Silvares

EMEF Astrogildo Carneiro Setúbal

EMEF Professora Deolinda Lage

São atendidos alunos do 6º ao 9º ano.


COMPETÊNCIA:

As atividades da Secretaria de Cultura e Turismo são regidas pela Lei Complementar n º 41/2017, segundo a qual:

Art. 35 Compete a Secretaria de Cultura e Turismo a execução dos conjuntos de atividades que constam dos incisos deste artigo, devendo aplicar os requisitos, os procedimentos e as abordagens científica e tecnicamente recomendadas e adequadas à realidade do Município, respeitando, a legislação e as normas que regulamentam o assunto, cabendo ainda:

§ 1º Os conjuntos de atividades relativos ao desenvolvimento do Turismo no Município são os que constam dos incisos:

Promoção de atividades voltadas para o desenvolvimento da economia turística do Município , viabilizando o aproveitamento das suas potencialidades, inclusive o turismo real e o agro turismo, qualificando serviços , elaborando projetos e realizando eventos que promovam as possibilidades de investimentos no Município;

ll. Realização do planejamento para o desenvolvimento do turismo local que seja necessário à realidade, geográfica ,econômica e social do Município de Conceição da Barra;lll. Elaboração de planos, programas, projetos e demais iniciativas em desenvolvimento turístico que sejam necessários ao aproveitamento das potencialidades do Município o e a solução de problemas gerais e específicos relativos à gestão econômica do turismo local, em absoluto cumprimento aos preceitos do desenvolvimento sustentável.

IV. Elaboração e realização de programas educacionais voltados para a sensibilização, conscientização e capacitação de empresários, comunidades e grupos sociais específicos com relação ao desenvolvimento turístico local.

V. Promoção da organização e do desenvolvimento do setor turístico do município.

VI. Promoção da atividade turística do Município objetivando a geração de empregos e renda e melhoria da qualidade de vida da população;

VII. Desenvolvimento de projetos e eventos voltados para a organização e desenvolvimento do turismo no Município;

VIII. Organização do agro-turismo e do turismo local;

IX. Desenvolvimento profissional de empresas e de trabalhadores do setor turístico do município;X. Atuação conjunta nos programas de regionalização do turismo com a Secretaria de Estado responsável pela atividade turística e com o Ministério do Turismo;

XI. Acompanhamento dos projetos e ações direcionadas ao PRODETUR e de promoção e divulgação das rotas turísticas;

XII. Adoção de providências para captação de recursos junto aos organismos estaduais, federais, internacionais e à iniciativa privada;

XIII. Manutenção de relações da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra com os conselhos criados em nível municipal, regional ou estadual que forem vinculados à atividade da Secretaria Municipal;

XIV. Desenvolvimento de finalidades correlatas que promovam o desenvolvimento turístico do Município de Conceição da Barra.


§2º Os conjuntos de atividades relativos ao desenvolvimento da Cultura no Município são

os que constam nos incisos:

I- Elaboração de planos, programas, projetos e demais iniciativas relacionadas à cultura local sejam necessárias ao seu resgate e difusão, assim como o aproveitamento das suas potencialidades para a preservação da memória do povo, da educação das pessoas e das comunidades e da divulgação do município, assim como do seu aproveitamento como oferta turístical.

II- Elaboração e realização de programas educacionais voltados para a sensibilização, conscientização e capacitação de empresários, comunidades e grupos sociais específicos com relação à cultura local;

III- Realização das atividades concernentes à promoção e ao desenvolvimento da arte popular e da cultura em toda a sua extensão e abrangência social;

IV- Preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural do município;

V- Preservação e resgate do patrimônio folclórico local e sua divulgação e difusão;

VI- Divulgação da cultura, da arte popular e demais expressões da identidade local.


§3º Compete à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, para a viabilização operacional do conjunto de atividades constantes dos incisos deste artigo, a realização de articulações que sejam necessárias à oficialização de parcerias com organismos estaduais, federais ou integrantes da sociedade civil, assim como com outros municípios e com as demais Secretarias Municipais da Prefeitura Municipal.